Você está aqui:Scouting»SCOUTING: UM INSTRUMENTO PARA COMPREENDER O FENÓMENO DESPORTIVO
domingo, 13 maio 2018 23:34

SCOUTING: UM INSTRUMENTO PARA COMPREENDER O FENÓMENO DESPORTIVO Destaque

Escrito por André Mendes - Professor Ed. Fisica/ treinador futebol/scout
Classifique este item
(0 votos)

Nos dias de hoje é cada vez mais necessário que se entendam os fenómenos, o porquê deles acontecerem de determinada forma em detrimento de outra. Essa ciência designa-se de fenomenologia, ou seja, o estudo da essência dos fenómenos como estes acontecem e como são percebidos, o que por si só é bastante complexo. Assim, os fenómenos são percebidos através das perceções mentais de cada um, daí que fenómenos idênticos sejam percebidos de formas diferentes em função dos indivíduos que os observam. Essa compreensão é essencial para entender a sequência de fenómenos que ocorrem permanentemente.
No desporto é importante que essa compreensão seja efetiva para que os feedbacks e correções possam surtir o efeito desejado.



Pela observação entende-se não apenas a fenomenologia, compreende-se também o desporto e conhece-se o indivíduo que há em cada ser humano – no verdadeiro sentido da sua existência. O scouting, creio, é muito mais do que aquilo que temos visto por aí, o mesmo é transversal a todas as áreas da nossa sociedade, resta-nos que os enquadramentos nas mesmas sejam bem realizados. Quanto ao futebol atentemos o seguinte: 

Segundo Manuel Sérgio (2016), "No futebol, há superinformação e subinformação, há excesso e falta...". Este é um ponto extremamente importante, hoje a quantidade de informação disponível é tanta que na maioria das ocasiões acaba por ser um empecilho enorme. Assim, é crucial que se criem filtros e apenas se analise o que for essencial.



"A curiosidade maior está no facto dele não ser ignorante por falta de informação, mas por ter informação a mais. Na verdade ele recebe tanta informação que não a descodifica, não a enquadra, não lhe dá uma hierarquia de importância e, pior de tudo, não a seleciona pela qualidade e pela veracidade." (Serpa, 2016)

"Conseguir sistematizar o conhecimento obtido nas observações realizadas, permite-nos não só conhecer melhor os adversários, a nossa equipa, bem como os jogadores na sua individualidade. Por vezes, existe a preocupação desmesurada de conhecer os adversários, quando na realidade não existe um conhecimento profundo de nós mesmos, e da nossa equipa. Conhecer os nossos limites, permite-nos saber até onde poderemos ir (em determinado aspeto). Será fundamental conhecermo-nos a nós mesmos, para que o conhecimento que possuímos do adversário tenha "mais" sentido, retirando eventualmente daí, as respetivas vantagens." (Mendes, 2016)

O fenómeno cultural em que o futebol se tornou, desde a sua génese, tem levado a que os seus agentes, principalmente os treinadores, comecem a ter preocupações ao nível dos valores humanos, porque já perceberam que através destes podem obter ganhos importantes no rendimento individual dos seus jogadores.

Mas onde é que entra o scouting aqui? Sendo este um processo de observação e análise não será também por aqui que poderemos inovar e perceber melhor o jogo? Naturalmente que sim, é que o jogo perde o sentido se deixarmos de considerar o homem que dele faz parte, pois sem este não existem aspetos técnicos-táticos-físicos-humanos. E então ficamos onde? A análise ao jogo tem de ir para além do próprio jogo, muito para além, e é aqui que destaco quem tem capacidade para perceber o jogo para além do próprio jogo. Em dia de despedida Andrea Pirlo refere algo interessante, "O futebol joga-se com a cabeça, os pés são apenas ferramentas", esta afirmação mostra que hoje os melhores jogadores são os mais inteligentes. Mas será que isto é apenas relativo aos jogadores ou também aos outros agentes do jogo?

A capacidade de refletir é cada vez mais essencial para perceber onde se errou, por que tomamos aquela decisão, por que os outros decidiram ou reagiram de determinada forma? Uma melhor compreensão dos fenómenos leva-nos a estar mais perto de errar menos vezes e hoje todos procuramos isso.

É tempo de nos interrogarmos, de nos colocarmos em diferentes cenários, analisarmos diferentes perspetivas, partilharmos e permitirmos que a discussão (saudável) aconteça, melhorando um pouco aquilo que cada um de nós é, assim como deveria acontecer com o jogo pelo qual um dia nos apaixonamos.
Ler 38 vezes

Deixe um comentário

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Menu do Utilizador

cpr certification online
cpr certification onlinecpr certification online

We use cookies to improve our website and your experience when using it. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. To find out more about the cookies we use and how to delete them, see our privacy policy.

  I accept cookies from this site.
EU Cookie Directive Module Information