BRAÇADEIRA DE CAPITÃO NA DESPEDIDA DE RÚBEN DIAS
rubendias2

Assim que foi conhecido o onze do Benfica e o estatuto de capitão de Rúben Dias no seio da equipa, isto apesar das presenças de André Almeida ou Pizzi entre os titulares, a conclusão foi só uma: estávamos a pouco tempo de testemunhar o jogo de despedida do defesa-central de 23 anos, que vai rumar ao Manchester City de Pep Guardiola em negócio que trará internacional argentino Nicolás Otamendi para a Luz.

A braçadeira denunciou a realidade e antes do apito inicial viu-se o central a abraçar todos os companheiros de equipa, um por um, mas o jogo não, porque Rúben Dias foi igual a si, sereno e seguro no jogo, feliz a comemorar o golo marcado de cabeça a canto de Everton.

Mas voltaria a denunciar o adeus quando o comemorou, também, junto ao banco da equipa, com abraço a Rui Costa. Terminada a partida, logo deu abraço a Vertonghen, cumprimentou adversários e mais colegas. Pizzi deu-lhe palmadinhas na face e arrancou-lhe sorriso que desmontou aquela pose de sargento, que ainda tentou levar para a zona de entrevistas rápidas na BTV, ainda em pleno relvado, mas sem conseguir a meio esconder a emoção de saber que aquele tinha sido o adeus às águias e à casa onde se formou como futebolista e como homem.

A namorada do jogador também partilhou uma imagem de mãos dadas e com a mensagem: «Aqui vamos nós».

Fonte: ABOLA

Choice your Language
Comments
All comments.
Comments

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais Informação

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar