Max Verstappen vence em Mónaco e passa Hamilton na liderança do mundial de F1
08451086eea742eb9b16fc6a530fabbd22

Max Verstappen venceu o Grande Prêmio de Mónaco deste domingo (23), quinta etapa da temporada 2021 da Fórmula 1. Foi a 12ª vitória da carreira do holandês, a segunda neste ano. Com o triunfo, Verstappen agora lidera o mundial de F1 com 105 pontos. Lewis Hamilton, apenas o sétimo classificado, é o segundo com 101 pontos.

Não foi o dia da Mercedes. Hamilton não conseguiu ganhar posições durante a corrida, enquanto Valtteri Bottas teve um problema no seu pit-stop e abandonou a corrida. Com isso, a Red Bull ultrapassou a Mercedes na classificação dos construtores.  A equipa de bebidas energéticas lidera com 149 pontos, um à frente de sua rival.

Carlos Sainz, da Ferrari, e Lando Norris, da McLaren, completaram o pódio na segunda e terceira posição, respetivamente. Foi o primeiro pódio de Sainz com a Ferrari.

Sergio Perez fez uma excelente corrida e ganhou cinco posições. Depois de largar na P9, o mexicano recebeu a bandeira quadriculada na P4. Perez chegou ameaçar Norris pela terceira posição nos estágios finais da corrida, mas não conseguiu a ultrapassagem.

Foi também o dia dos primeiros pontos de Sebastian Vettel com a Aston Martin. O alemão teve um ótimo fim de semana em Monte Carlo, terminando todos os treinos dentro do top10. Na corrida, Vettel contou com uma boa estratégia de sua equipa para terminar na quinta posição.

Pierre Gasly terminou na sexta posição, à frente de Hamilton. O francês segurou o sete vezes campeão mundial por toda a corrida.

Fechando os 10 primeiros, dois grandes destaques do final de semana. Esteban Ocon, da Alpine, foi o nono e Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, completou o top10.

Leclerc, que garantiu a pole, não consegue largar

Charles Leclerc teve problemas enquanto ia para a grelha e, como resultado, não largou. A Ferrari explicou que um “problema no eixo esquerdo do motor” deixaria o dono da casa Leclerc fora da corrida.

A primeira posição ficou vazia na grelha de partida, enquanto Max Verstappen não tinha ninguém ao seu lado no começo da corrida.

Valtteri Bottas bem que tentou ultrapassar Verstappen, depois de uma boa largada do piloto da Mercedes, mas o holandês conseguiu se defender e manteve a liderança da corrida.

Mercedes tem problemas no pit-stop e Bottas abandona

Verstappen abriu cinco segundos antes das primeiras paradas nos boxes. Hamilton foi o primeiro a parar e voltou com os pneus duros. Bottas entrou logo depois, mas teve problemas na ida à boxe – o pneu esquerdo dianteiro não saiu do carro – e Bottas abandonou a corrida. Com isso, Carlos Sainz subiu para a P2.

Hamilton para cedo e perde posições

Hamilton tentava ganhar a posição do Gasly, mas não conseguiu. Ao invés disso, Vettel ganhou a posição do britânico.

Quem se deu muito bem depois das paradas foi Pérez. O mexicano ganhou três posições parando um pouco depois e voltou na P4.

Sainz tenta se aproximar de Verstappen

Sainz lentamente ia tirando a diferença para Verstappen e, na volta 50, pouco mais de três segundos separavam os dois.

Norris era o terceiro colocado, mas não conseguiu diminuir o gap para Sainz. Nove segundos separavam os dois, enquanto Perez também tinha dificuldade para reduzir a diferença para Norris.

Vettel ia conquistando seus primeiros pontos da temporada em quinto e não era ameaçado pelo sexto colocado Gasly.

Hamilton tentava se aproximar de Gasly, mas tinha dificuldades. A diferença que já tinha sido de pouco mais de um segundo entre os dois, aumentou para quase dois segundos na volta 55.

“Momento de colocar pressão em Verstappen”, diz Sainz

Pelo rádio, Sainz disse para a Ferrari que era o “momento de colocar pressão em Verstappen”. A diferença entre os dois tinha caído para 2,8s na volta 56.

O piloto da Red Bull também respondeu, mas na pista. Alguns giros depois, no 58, a diferença já tinha subido para 3,5s. Na volta 64, a vantagem de Verstappen já era de sete segundos.

Perez parte para cima de Norris pela última posição no pódio

O mexicano da Red Bull fazia uma ótima corrida e ocupava a quarta posição faltando 15 voltas para o fim. Na quarta posição, Pérez se aproximava rapidamente de Norris e a diferença era de pouco mais de um segundo entre os dois.

Pérez vinha com um ritmo excelente, em contrapartida ao ritmo de Norris. O britânico já havia avisado sua equipa que não conseguiu um bom rendimento com os pneus duros.

Hamilton foi aos boxes e voltou com pneus macios novos no giro 71 para tentar o ponto extra pela volta mais rápida. Rapidamente, o britânico marcou 1:12.909s e faturou o ponto extra.

Confira o resultado final do Grande Prêmio de Mônaco de F1:

1) Max Verstappen (Red Bull/Honda)
2) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)
3) Lando Norris (McLaren/Mercedes)
4) Sergio Pérez (Red Bull/Honda)
5) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)
6) Pierre Gasly (AlphaTauri/Honda)
7) Lewis Hamilton (Mercedes)
8) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)
9) Esteban Ocon (Alpine/Renault)
10) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari)
11) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari)
12) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)
13) Fernando Alonso (Alpine/Renault)
14) George Russell (Williams/Mercedes)
15) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)
16) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Honda)
17) Nikita Mazepin (Haas/Ferrari)
18) Mick Schumacher (Haas/Ferrari)
OUT) Valtteri Bottas (Mercedes)
OUT) Charles Leclerc (Ferrari)

Fonte: com Agências

Choice your Language
Comments
All comments.
Comments

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais Informação

As configurações de cookies deste site estão definidas para "permitir cookies" para oferecer a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar a usar este site sem alterar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, estará concordando com isso.

Fechar