EURO2020: Croácia 1-1 República Checa

Ivan Perišić marcou de forma espectacular o golo do empate que valeu à Croácia o seu primeiro ponto no Grupo D, impedindo assim que a República Checa garantisse desde já um lugar nos oitavos-de-final.

O jogo em poucas palavras

Tomáš Vaclík negou o golo a Ivan Perišić no primeiro lance de perigo do jogo, mas foi a República Checa que esteve por cima na primeira parte. Os checos ganharam vantagem quando Dejan Lovren cometeu falta sobre Patrick Schick na grande área croata e o próprio atacante fez, de penálti, o seu terceiro golo nesta fase final. Ante Rebić teve nos pés o empate logo a seguir, mas não marcou e a República Checa saiu em vantagem para o intervalo.

Ivan Perišić mostrou bem mais eficácia a abrir o segundo tempo e a Croácia chegou ao empate. Motivados, os pupilos de Zlatko Dalić partiram em busca da sua primeira vitória no Grupo D, mas a República Checa resistiu e chegou aos quatro pontos no grupo.

Estrela do Jogo: Luka Modrić (Croácia)

“Tentou criar lances de perigo para a sua equipa com os seus passes durante todo o jogo. Além disso, a defender fez ainda dois desarmes cruciais”
Packie Bonner, Observador Técnico da UEFA

Reacções

Zlatko Dalić, seleccionador da Croácia: “Precisamos de colocar mais energia no jogo. Estivemos melhor depois do intervalo, mas não chegou para ganharmos. Vai ser complicado frente à Escócia, mas no EURO é assim, todos os jogos são difíceis. Continuamos a ter o nosso destino nas nossas mãos, mas temos de fazer mais e vencer esse jogo.”

Ivan Perišić, médio da Croácia: “Começámos mal o jogo, conseguimos empatar, mas temos de fazer muito mais contra a Escócia. Todos na equipa têm de dar mais do que isto, ou corremos o risco de ir para casa mal termine a fase de grupos. Ainda temos hipótese e podemos apurar-nos, mas precisamos de fazer melhor.

Jaroslav Šilhavý, seleccionador da República Checa: “Admito que fiquei surpreendido por termos tido tanta posse de bola. A Croácia não nos pressionou muito alto e deixou-nos jogar. Tivemos algumas boas oportunidades e marcámos de penálti.”

Patrik Schick, avançado da República Checa: “Estivemos a ganhar 1-0 e queríamos os três pontos, mas temos de reconhecer que a Croácia é uma equipa de qualidade. Conseguimos um ponto e estamos satisfeitos com isso. Quero agradecer aos nossos preparadores físicos, que me ajudaram a estar apto para este jogo.”

Principais estatísticas

  • A Croácia só não sofreu golos em um dos seus últimos dez jogos em fases finais do EURO.
  • Perišić tornou-se no primeiro jogador de sempre da Croácia a marcar em quatro fases finais de grandes competições.
  • O golo de Perišić foi o seu terceiro em fases finais do EURO, igualando os registos dos compatriotas Mario Mandžukić e Davor Šuker.
  • A República Checa (contando com os registos da Checoslováquia) converteu os últimos 24 penáltis (incluindo desempates por pontapés da marca de grande penalidade) que bateu em fases finais do EURO.
  • A República Checa só não marcou em dois dos seus últimos 16 jogos em fases de grupos de fases finais do EURO.

Equipas

Croácia: Livaković; Vrsaljko, Lovren, Vida, Gvardiol; Modrić, Kovačić (Brozović 87); Perišić, Kramarić (Vlašić 62), Brekalo (Ivanušec 46); Rebić (Petković 46)

República Checa: Vaclík; Coufal, Kalas, Čelůstka, Boři; Holeš (Král 63), Souček; Masopust (Hložek 63), Darida (Barák 87), Jankto (Ševčík 74); Schick (Krmenčík 74)

Próximos jogos

República Checa-Inglaterra – Terça-feira, 22 de Junho
Croácia-Escócia – Terça-feira, 22 de Junho

Fonte: UEFA

Choice your Language
Comments
All comments.
Comments