EURO 2020: UCRÂNIA-ÁUSTRIA, 0-1 A Áustria está pela primeira vez nos oitavos-de-final de um Campeonato da Europa

A Áustria está pela primeira vez nos oitavos-de-final de um Campeonato da Europa. De Viena a Salzburgo, passando por Linz e Innsbruck, há festa e canecas xxl de cerveja gelada. Justíssimo. 

Não só pelo feito, absolutamente histórico, mas também pela forma como foi alcançado: a equipa de Franco Foda foi melhor do que a Ucrânia em tudo e o 1-0 é até lisonjeiro para a seleção de Andriy Shevchenko . 

Christoph Baumgartner assinou o golo decisivo, a meio da primeira parte, e teve de ser substituído pouco depois. Consequência de um choque de cabeça com um dos centrais ucranianos – o ponto mais débil da equipa do leste europeu. 

Na terceira presença em Europeus, após 2008 e 2016, a Áustria cometeu dois feitos relevantes: venceu pela primeira vez (agora já tem duas vitórias) e ultrapassou a fase de grupos, coisa nunca antes vista. Fruto do acaso? Claro que não. 

Quem vê Marcel Sabitzer e Konrad Laimer a jogar, quem vê Florian Grillitsch e Xaver Schlagher a agarrar o meio-campo, quem vê o sólido Martin Hinteregger a marcar sem piedade os adversários, quase nem tem de se lembrar dois dois mais conceituados da equipa: David Alaba, que joga bem em todo o lado, e Marko Arnautovic, que já tem dificuldades em jogar bem, seja em que lado for. 

A Ucrânia fecha o Grupo C no terceiro lugar e fica à espera do que os próximos jogos vão dar. Shevchenko tem bons executantes, mas a equipa foi incapaz de reagir à pressão fortíssima da Áustria e cometeu demasiados erros atrás. Assim é impossível. 

Yarmolenko e Yaremchuk aparecerem pouco no jogo, e quando o fizeram acabaram por não decidir bem. Exceção feita aos primeiros minutos da segunda parte, insistimos, a Áustria foi sempre superior. 

Estamos a falar de uma seleção que já não joga o Mundial desde 1998 e que no Europeu tinha também um pecúlio paupérrimo. Franco Foda deu organização e vida a esta equipa. 

Próxima paragem: Estádio de Wembley, frente à ‘bella Italia’ de Roberto Mancini. Interessante.  

 

Fonte: TVI24

Choice your Language
Comments
All comments.
Comments