Valentino Rossi, a despedida de uma lenda

Um quarto de século depois, a retirada de um dos melhores pilotos de motociclismo de todos os tempos. O italiano Valentino Rossi anunciou, esta tarde, na Áustria, que vai deixar as pistas no final da temporada.

O piloto italiano Valentino Rossi conta com vários títulos mundiais na categoria principal, «Il Dottore Rossi» – “o doutor” – como é conhecido, deixa a modalidade aos 42 anos, sendo já um veterano, o que o leva a sentir também, por isso, muitas dificuldades para competir com uma nova geração de pilotos mais novos e com muito talento, entre eles, o português Miguel Oliveira.

“É difícil, é um momento muito triste, porque é duro ter de o anunciar e sei que no próximo ano não vou correr em motociclismo, algo que fiz nos últimos 30 anos”, disse o piloto de Urbino, em Itália.

Rossi sabe que a sua vida “será diferente”, mas afirma que a carreira no Mundial “foi incrível”.

“Diverti-me muito, foi uma longa, longa jornada, mas diverti-me imenso”, frisou o italiano, que leva 115 vitórias e 235 pódios.

Atualmente, Rossi compete pela Yamaha Petronas, uma equipa satélite da Yamaha, ocupando o 19.º lugar do campeonato, com 17 pontos.

Rossi tem um passado de sucesso e é um dos mais carismáticos pilotos de motociclismo de sempre, como nos descreve o jornalista Mário Galego.

Rossi vai continuar ligado à modalidade, até porque a equipa que criou, a Sky Racing Team VR46, que tem sido uma rampa de lançamento para pilotos nas categorias inferiores de moto3 e moto2, vai competir na categoria principal na próxima temporada como satélite da Ducati.

Fonte: RTP /Antena1
Choice your Language

portugal ~ primeira liga livescore

Comments
All comments.
Comments