O Benfica venceu o Moreirense no arranque do campeonato (2-1)

O Benfica estreou-se na edição 2021/22 da I Liga com um triunfo, ao vencer em casa do Moreirense por 2-1. Os ‘encarnados’ entraram bastante bem no encontro e, aos 20 minutos, já venciam por 2-0, com golos de Lucas Veríssimo e de Luca Waldschmidt, tendo os cónegos reduzido aos 30′, por Rafael Martins.

A equipa de Jorge Jesus ainda teve de segurar o triunfo na segunda metade com menos um jogador, depois da expulsão com vermelho direto de Diogo Gonçalves, aos 56 minutos.

Jorge Jesus promoveu seis alterações em relação ao onze que defrontou o Spartak em Moscovo, com destaque para a estreia de dois reforços: saíram João Mário, Weigl, Grimaldo, Pizzi, Rafa e Seferovic (este devido a lesão) e entraram Meité, Gil Dias, Taarabt, Waldschmidt, Gonçalo Ramos e Everton. De destacar, ainda, a aposta numa linha de três defesas.

No Moreirense, Pasinato regressou à titularidade, assim como Yan Matheus e Abdoulaye Ba.

O Benfica começou por sentir dificuldades em subir no terreno, mas conseguiu chegar ao golo bastante cedo, na sequência de um canto: grande confusão na área e Lucas Veríssimo a reagir a uma tentativa de corte de Abdu Conté e a cabecear para o fundo das redes (9′).

Apenas dois minutos depois, o Moreirense sofria novo susto. Artur Jorge recebeu ordem de expulsão, num lance em que Waldschmidt seguia isolado, mas Vítor Ferreira decidiu retirar o cartão vermelho após o visionamento das imagens.

Aos 19′ Lucas Veríssimo descobriu Diogo Gonçalves no flanco direito, o lateral cruzou rasteiro para a área, Rosic não conseguiu o corte e a bola sobrou para Waldschmidt, que encostou para o 2-0.

A vantagem confortável deixou Benfica mais relaxado no jogo, com o Moreirense a aproveitar uma falha na defesa adversária para reduzir. Grande abertura de Yan Matheus para Rafael Martins (30′), com este a ultrapassar Vlachodimos e a atirar para a baliza deserta.

Depois do 1-2, o Benfica voltou a assumir o controlo do jogo e até ao descanso ainda viu Pasinato desviar para a trave um remate em esforço de Gonçalo Ramos.

Com o triunfo longe de estar garantido, o Benfica ainda ficou reduzido a dez ao minuto 56, na sequência de uma entrada dura de Diogo Gonçalves sobre Abdu Conté, que teve de ser retirado de maca. Jorge Jesus não perdeu tempo e lançou em campo Gilberto e Weigl.

Certo é que o Moreirense não conseguiu aproveitar a superioridade numérica para marcar – o melhor que conseguiu foi um remate cruzado de Rúben Ismael para defesa de Vlachodimos – e o marcador manteve-se inalterável até ao apito final. O Benfica respira, assim, de alívio e entra no campeonato a vencer, a três dias de receber o Spartak Moscovo.

Fonte: com Agências

Choice your Language

portugal ~ primeira liga livescore

Comments
All comments.
Comments