GP de Portugal de MotoGP: Quartararo domina e assume a liderança do campeonato
Fabio Quartararo 20

O atual campeão mundial de MotoGP, Fabio Quartararo, dominou um dramático Grande Prémio de Portugal para assumir a liderança do campeonato após a queda de Enea Bastianini.

Quartararo não vencia uma corrida desde Silverstone 2021 em agosto passado, mas superou o líder Joan Mir na quarta volta e conquistou uma primeira vitória crucial de uma temporada até agora difícil.

MotoGP entregou uma prova movimentada neste domingo. O GP de Portugal em Portimão aconteceu sob a ameaça da chuva que não veio, e terminou com uma vitória dominante do atual campeão Fabio Quartararo, que sai com a co-liderança do Mundial, empatado com Álex Rins da Suzuki.

Johann Zarco e Aleix Espargaró completaram o pódio. Álex Rins, Miguel Oliveira, Marc Márquez, Álex Márquez, Francesco Bagnaia, Pol Espargaró e Maverick Viñales completam o top 10.

O drama para os pilotos começou antes mesmo do apagar das luzes, com todos sendo alertados pelas equipes para a possibilidade de chuvas a partir das 13h, horário local, no momento da largada.

Na saída, Mir fez uma saída voadora para assumir a ponta, com Zarco em segundo, mas já sendo pressionado por Quartararo, enquanto o pelotão atrás vinha bem embolado.

Ao final da primeira volta, Mir abria 0s6 par Quartararo, com Miller, Zarco e Álex Márquez nos cinco primeiros, enquanto Marc Márquez caía para 11º. Um destaque do começo era Rins, que avançou 13 posições e já era o décimo.

Mir e Quartararo abriam vantagem na ponta em uma disputa própria, enquanto o pelotão a partir do terceiro colocado ainda estava bastante embolado, com Miller e Zarco disputando a última posição de pódio. Na quarta volta, o francês ultrapassou a Suzuki pela liderança.

Quartararo começava a abrir uma boa vantagem para Mir, de mais de 1s, Zarco começava a se aproximar do espanhol da Suzuki, enquanto a bandeira amarela era acionada pela primeira vez devido à queda de Martín. Mais atrás, Pol Espargaró, Marc Márquez e Bastianini protagonizavam uma intensa disputa pela nona posição.

Outra disputa que se formava era a da quinta posição, com um pelotão formado por Aleix, Rins, Álex Márquez e Oliveira, com o piloto da Aprilia à frente no início da décima volta de 25, enquanto Quartararo disparava e abria mais de 2s para Mir, que tinha Zarco em sua cola.

E problemas para o líder do campeonato na décima volta: Bastianini, que vinha em uma corrida de recuperação após os problemas na classificação, sofreu uma nova queda, agora na curva 8. Abrindo o caminho para Quartararo, Rins e Mir disputarem a liderança do Mundial.

Quando a volta chegava à 15ª volta de 25, Quartararo seguia voando na frente, com 4s de vantagem para a disputa entre Mir e Zarco pela segunda posição. Quarto colocado, Miller se aproximava dessa briga, com Aleix e Rins na sequência, enquanto Marc era o nono, em uma briga interna dos irmãos Márquez, com Álex à sua frente.

Zarco tentou uma frenagem mais tardia para ultrapassar Mir e, não somente não conseguiu isso, como permitiu a aproximação de Miller para disputar as posições do pódio. Na volta seguinte, o piloto da Pramac conseguiu fazer a manobra correta para assumir a segunda colocação.

Na volta 19, desastre para Ducati e Suzuki. Miller veio tentar ultrapassar Mir na primeira curva, mas perdeu o controle da moto, escorregando de lado e levando consigo Mir, forçando o abandono de ambos os pilotos. Neste momento, Quartararo abría impressionantes 6s de vantagem para Zarco, com Aleix em terceiro, Rins em quarto e Oliveira em quinto, com os irmãos Márquez em seguida.

No final, Fabio Quartararo entregou uma performance brilhante para vencer o GP de Portugal de forma dominante. Johann Zarco e Aleix Espargaró completaram o pódio. Álex Rins, Miguel Oliveira, Marc Márquez, Álex Márquez, Francesco Bagnaia, Pol Espargaró e Maverick Viñales completam o top 10.

Com os resultados do dia, a MotoGP passa a ter dois líderes no Mundial: Fabio Quartararo e Álex Rins estão empatados com 69 pontos cada, com vantagem para o francês pela vitória de hoje, enquanto Aleix Espargaró segue na cola com 66.

A MotoGP segue com as atividades da temporada 2022 já na próxima semana, com o GP da Espanha, sexta etapa do ano, no circuito de Jerez. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa da principal categoria da motovelocidade mundial.

Cla Piloto Bicicleta Dif Intervalo
1 França Fabio Quartararo Yamaha
2 França Johann Zarco Ducati 5.409 5.409
3 Espanha Aleix Espargaró Aprilia 6.068 0.659
4 Espanha Alex Rins Suzuki 9.633 3.565
5 Portugal Miguel Oliveira KTM 13.573 3.940
6 Espanha Marc Marquez Honda 16.163 2.590
7 Espanha Alex Marquez Honda 16.183 0.020
8 Itália Francesco Bagnaia Ducati 16.511 0.328
9 Espanha Pol Espargaró Honda 16.769 0.258
10 Espanha Maverick Viñales Aprilia 18.063 1.294
11 Itália Andrea Dovizioso Yamaha 29.029 10.966
12 Itália Luca Marini Ducati 29.249 0.220
13 Itália Franco Morbidelli Yamaha 33.354 4.105
14 Austrália Remy Gardner KTM 40.205 6.851
15 Itália Marco Bezzecchi Ducati 46.052 5.847
16 Japão Takaaki Nakagami Honda 49.569 3.517
17 África do Sul Pasta Darryn Yamaha 50.303 0.734
Itália Lorenzo Savadori Aprilia
Itália Fabio Di Giannantonio Ducati
Espanha Joan Mir Suzuki
Austrália Jack Miller Ducati
África do Sul Brad Binder KTM
Itália Enea Bastianini Ducati
Espanha Jorge Martin Ducati

Fonte: Motorsport

Choice your Language
Comments
All comments.
Comments