GP de Espanha :Max Verstappen é o novo líder do Mundial de F1

O campeão mundial em título alcançou a liderança da classificação pela primeira vez em 2022 com a vitória em Barcelona. O colega de equipa Sergio Pérez conseguiu a segunda posição no GP de Espanha.

Mais um duplo pódio e Max Verstappen já defende o título na posição mais alta da classificação. O piloto neerlandês saiu com a vitória do Grande Prémio de Espanha, para a qual Sergio Pérez deu um contributo tremendo e terminou na segunda posição.
Aquele que é muitas vezes tido como um Grande Prémio espanhol ‘aborrecido’, foi tudo menos isso. Verstappen teve dificuldades com o DRS no início da corrida e até saiu da pista na volta 9, o que permitiu a Leclerc escapar na liderança. Depois disso, Verstappen teve de tentar ultrapassar George Russell (Mercedes) durante mais de 20 voltas.
Foi então que aconteceu algo inesperado – Leclerc teve de abandonar a corrida na 27ª volta. Verstappen teve, assim, caminho aberto para alcançar a quarta vitória em seis corridas na época. Para além disso, abriu ainda a janela de oportunidade para um novo duplo pódio para a equipa, com Sergio Pérez em segundo lugar, tal como tinha acontecido em Imola.
“O DRS não funcionou sempre, o que tornou a corrida muito complicada. Mas conseguimos fazer a estratégia para voltar à frente e eventualmente ganhar”, começou por dizer Verstappen.
“O comportamento do carro foi bom nos macios (pneus) e também nos médios. Penso que estava a trabalhar muito bem.”
“Tentei manter-me concentrado e fiquei muito feliz pela vitória e pelo Checo. Foi um grande resultado para a equipa, após um começo difícil, mas um bom final.”
A vitória manteve intacta uma curiosidade: Max ganhou todas as corridas que terminou em 2022. Como resultado, a Oracle Red Bull Racing fez valer também os 19 pontos de Pérez (2º lugar e volta mais rápida) para chegar à liderança dos Construtores com 195 pontos – a Ferrari tem 169.
“Foi uma corrida com duas partes e nada parecia estar a funcionar para nós na primeira”, apontou Christian Horner, chefe de equipa da Oracle Red Bull Racing. Quando o Verstappen estava atrás do Russell e o DRS intermitente, pensámos que o melhor era partir para as três pit stops. Como ficou demonstrado, foi a melhor estratégia.”
Confira o resultado completo do GP da Espanha da F1:
1) Max Verstappen (Red Bull)
2) Sergio Pérez (Red Bull)
3) George Russell (Mercedes)
4) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)
5) Lewis Hamilton (Mercedes)
6) Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari)
7) Esteban Ocon (Alpine/Renault)
8) Lando Norris (McLaren/Mercedes)
9) Fernando Alonso (Alpine/Renault)
10) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Red Bull)
11) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)
12) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)
13) Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull)
14) Mick Schumacher (Haas/Ferrari)
15) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)
16) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)
17) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)
18) Alexander Albon (Williams/Mercedes)
OUT) Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari)
OUT) Charles Leclerc (Ferrari)
Fonte: Redbull
Choice your Language
Comments
All comments.
Comments